Setor de serviços representa mais da metade das empresas abertas no país

O segmento tem dado sinais de recuperação e ganha destaque como alternativa para os brasileiros em meio ao desemprego.

A pandemia de Covid-19 trouxe inúmeros desafios para todas as esferas da sociedade. Na economia, com as altas taxas de desemprego, o empreendedorismo individual tem ganhado cada vez mais força como alternativa para os brasileiros buscarem fontes de renda.

Entre os destaques está o setor de prestação de serviços, que representa mais de 50% das empresas abertas entre janeiro e abril de 2021.

É o que mostra o relatório “Mapa de Empresas”, publicado recentemente pelo Ministério da Economia. Segundo os dados do primeiro quadrimestre do ano, as atividades relacionadas à prestação de serviços têm sido predominantes no cenário econômico brasileiro. 

Crescimento do microempreendedorismo

Das mais de 17 milhões de empresas ativas no Brasil até o final de abril de 2021, 81,4% fazem parte do setor terciário da economia, ou seja, são aquelas relacionadas ao comércio e à prestação de serviços. 

Quando se trata apenas de prestação de serviços, o setor responde a 54,7% das empresas abertas entre janeiro e abril de 2021.

Essa quantidade expressiva tem relação com o crescimento do microempreendedorismo no país.

De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), só em 2020 foram registrados cerca de 2,6 milhões de novos Microempreendedores Individuais (MEI) — o maior número dos últimos cinco anos.

Conforme demonstram os números, o setor terciário é o que tem registrado mais resultados positivos desde o início da pandemia, sobretudo com o aumento na quantidade de empresários individuais. 

Prestação de serviços é destaque

Outro dado que mostra a força das atividades de prestação de serviços na economia nacional foi o divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em fevereiro de 2021, o setor registrou um crescimento de 3,7% em comparação com o mês anterior e ultrapassou a projeção pela primeira vez desde o início da pandemia, com 0,9% acima do montante computado em fevereiro de 2020.

Apesar de ser um dos segmentos mais impactados pelas medidas restritivas adotadas em todo o país para conter a disseminação da Covid-19, os serviços prestados têm dado sinais de recuperação.

Além disso, os novos comportamentos e hábitos de consumo diante das mudanças impostas pela pandemia aumentaram a procura por profissionais dedicados à prestação de serviços domésticos.

O aumento do tempo dentro de casa, por exemplo, levou as pessoas a prestarem mais atenção em reparos e manutenções necessárias do dia a dia. 

Embora haja uma maior procura pelos famosos DIY (do inglês do it yourself, ou faça você mesmo), muita gente prefere não se aventurar nas dicas da internet, confiando os cuidados de casa a profissionais qualificados para evitar dores de cabeça.

Serviços domésticos de reparo e manutenção

Os serviços procurados são diversos e vão desde demandas para encanadores até instalação de ar-condicionado

Abaixo, descrevemos um pouco mais sobre alguns dos serviços mais solicitados e como os profissionais que têm aquecido o mercado de prestação de serviços podem auxiliar na manutenção de casa.

Serviços de encanador

Manter os encanamentos de casa em dia é essencial para garantir a tranquilidade e segurança da família. A prevenção hidráulica ajuda a evitar problemas estruturais resultantes de umidade e água em excesso.

Por esses motivos, o encanador é um dos profissionais mais solicitados para os serviços de manutenção em casa. Ele pode auxiliar na inspeção de instalações, identificação de vazamentos, pré-montagem e instalação de tubulações, entre outras atribuições.

O encanador também é fundamental para tarefas mais simples, como trocas de torneiras ou de sifões, por exemplo.

Serviços de eletricista

As instalações elétricas são fundamentais em qualquer imóvel. Dessa forma, garantir que elas funcionem de maneira correta pode evitar muitos problemas no futuro.

O eletricista é o profissional responsável por fazer uma série de serviços elétricos. Ele pode realizar a manutenção, a instalação e a inspeção de instalações elétricas dentro da casa, garantindo a segurança dos moradores.

Você pode contar com o apoio de um empreendedor eletricista para diversas tarefas, incluindo manutenção e reparos e até o desenvolvimento do projeto elétrico de um imóvel.

Limpeza de ar-condicionado

A sujeira localizada em um aparelho de ar-condicionado pode provocar uma série de problemas de saúde, como reações alérgicas, ressecamento da pele e até mesmo irritação de olhos e pulmões.

Uma pessoa que tem esse aparelho em casa precisa manter a higienização em dia, inclusive para preservar a vida útil do equipamento, melhorar seu desempenho e economizar energia.

Além do mais, é importante ressaltar que é fundamental ter o auxílio de um especialista para fazer a limpeza corretamente, sem prejudicar o funcionamento do condicionador de ar.

Instalação de ar-condicionado

Um estudo feito no Distrito Federal mostrou que a venda de aparelhos de ar-condicionado cresceu 9% em 2020, em comparação com o ano anterior.

Diferentemente de um escritório, a climatização dentro de casa passa por mais variáveis, o que levou muitas pessoas a utilizarem um condicionador de ar para manter o ambiente mais agradável.

Ocorre que o aparelho conta com diversas especificações de instalação e, por isso, é importante contratar um profissional qualificado para garantir que ele possa ser instalado de forma adequada.

Esses são alguns dos diversos serviços domésticos que ganharam destaque no período de isolamento social e que tem ajudado o setor de prestação de serviços dar sinais de recuperação na economia brasileira.

Comentários estão fechados.