Sociedade Anônima: entenda mais sobre as regras para abrir sua empresa

0

A Sociedade Anônima (S.A) é um tipo de empresa constituída com fins lucrativos. Sua regulamentação é feita através da Lei 6404/76, que destaca a divisão do capital em ações, que por sua vez se dividem entre os acionistas.

Mas você sabe como essas empresas funcionam? Para que você conheça melhor a Sociedade Anônima, elaboramos este artigo com as principais informações sobre essa modalidade de negócio e a sua respectiva legislação. Acompanhe! 

Características

Podemos destacar que as sociedades anônimas se distinguem dos demais tipos de empresas, pela forma como o capital é distribuído, além da responsabilização dos acionistas.

De acordo com a Lei 6404/76, na Sociedade Anônima existem dois ou mais acionistas. Vale ressaltar que o patrimônio pessoal dos acionistas estão protegidos.

 O estatuto da companhia fixará o valor do capital social, expresso em moeda nacional. Desta forma, o capital é dividido de duas formas: o capital fechado que pertence somente aos acionistas e o capital aberto, que permite investidores externos.

Desta forma, a empresa constituída como Sociedade Anônima pode ser criada diretamente com capital aberto ou através da migração para capital fechado, o que é realizado por meio da permissão da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). 

A sociedade anônima é designada por denominação acompanhada pelas expressões “companhia” ou “sociedade anônima”.

Estatuto 

O estatuto da companhia com ações preferenciais declarará as vantagens ou preferências atribuídas a cada classe dessas ações e as restrições a que ficarão sujeitas, e poderá prever o resgate ou a amortização.

A normativa determina ainda que a conversão de ações de uma classe em ações de outra e em ações ordinárias, e destas em preferenciais, fixando as respectivas condições. 

Designed by @katemangostar / freepik
Designed by @katemangostar / freepik

Gestão contábil

É obrigatória a publicação anual das informações contábeis relativas ao Balanço Patrimonial;  Demonstração do Resultado do Exercício (DRE); Demonstração dos Valores Adicionais (DVA); Demonstração dos Fluxos de Caixas (DFC); além da Demonstração das Mutações de Patrimônio Líquido (DMPL) e das Notas Explicativas.

Além disso, também é necessário que haja auditoria para verificar todas as informações apresentadas e, desta maneira, garantir a transparência na gestão das informações contábeis. 

Órgãos de uma S.A

Para evitar favorecimento de um ou mais acionistas, a lei estabelece ainda que a Sociedade Anônima tenha órgãos específicos. Veja quais são eles: 

  • assembleia geral;
  • diretoria;
  • conselho de administração;
  • conselho fiscal.

Abertura de Sociedade Anônima 

Seguindo as determinações estabelecidas para a Sociedade Anônima, veja os procedimentos para abrir esta modalidade de empresa:

Art. 80. A constituição da companhia depende do cumprimento dos seguintes requisitos preliminares:

     I – subscrição, pelo menos por 2 duas pessoas, de todas as ações em que se divide o capital social fixado no estatuto;

     II – realização, como entrada, de 10%, no mínimo, do preço de emissão das ações subscritas em dinheiro;

     III – depósito, no Banco do Brasil S/A., ou em outro estabelecimento bancário autorizado pela Comissão de Valores Mobiliários, da parte do capital realizado em dinheiro.

Para estruturar sua Sociedade Anônima, conte ainda com a ajuda de um contador que possui experiência e pode auxiliar nos próximos passos para a abertura da Sociedade Anônima. Isso porque existem questões tributárias, que podem parecer complexas.

Dentre elas está a verificação da viabilidade do seu negócio na Junta Comercial, as solicitação de autorizações que são necessárias para a abertura do empreendimento, assim como as licenças e alvarás aos órgãos fiscalizadores que são obrigatórias. Também ressaltamos a abertura do CNPJ que deve ser feita junto à Receita Federal. 

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.
Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Por Samara Arruda