Sou hipertenso, posso solicitar auxílio doença ou aposentadoria por invalidez?

No Brasil um em cada três brasileiros estão com a pressão descontrolada

A hipertensão corre quando a medida da pressão se mantém frequentemente acima de 140 por 90 mmHg o famoso 14/9. Os sintomas da hipertensão costumam aparecer somente quando a pressão sobe muito: podem ocorrer dores no peito, dor de cabeça, tonturas, zumbido no ouvido, fraqueza, visão embaçada e sangramento nasal.

Muitos brasileiros que sofrem com a pressão alta (hipertensão) têm dúvidas se podem pedir a auxilio doença ou aposentadoria por invalidez.

Continue conosco e saiba mais sobre o assunto.

Quando o hipertenso pode solicitar auxílio doença ou aposentadoria por invalidez?

Devemos começar dizendo que cada caso deve ser analisado de forma individual, isso porque a pressão alta tende a não comprometer a vida laboral.

Porém existem casos, onde a hipertensão pode acarretar outros problemas de saúde como um AVC, por exemplo. Nesses casos muitas vezes acarretam sequelas deixando a pessoa impossibilitada de trabalhar neste caso ele pode sim requerer o benefício para a aposentadoria por invalidez

Em casos graves o INSS isenta o trabalhador de apresentar essa contribuição, em casos mais leves é comum que a previdência solicite a carência de 12 meses de contribuição.

Em relação ao auxilio doença, caso o cidadão precise passar por algum período de tratamento específico, onde fique claro para o INSS que o mesmo não poderá continuar exercendo suas atividades laborais temporariamente; há a possibilidade de  requerer o auxílio-doença.

Como solicitar?

Antes de fazer a solicitação é muito importante reunir todos os documentos necessários que ajude a comprovar a incapacidade temporária ou permanente como:

DOCUMENTOS PESSOAIS:

  • RG
  • CPF
  • Comprovante de residência recente (últimos 30 dias)
  • CTPS ( todas as carteiras que tiver)
  • Carnês e comprovantes de recolhimento
  • Número do PIS/NIT

DOCUMENTOS DE TRABALHO:

  • Documentos médicos:
    • Exames
    • Laudos médicos (preferência de médico do trabalho ou público)
    • Receituário
    • Atestado e declarações médicas
  • PPP (Perfil Profissiográfico Previdenciário)
  • Provas de trabalho (quando não houver registro):
    • Ficha de registro de empregado
    • Folha de pagamento / holerites
    • Extrato de FGTS
    • Termo de rescisão contratual
    • Sentença trabalhista

DOCUMENTOS DO INSS:

  • CADSENHA
  • CNIS (completo – vínculos e contribuições)
  • Carta de Concessão e Memória de Cálculo
  • Extrato de pagamentos (valor do último benefício)
  • Requerimento administrativo / negativa do INSS
  • Processo Administrativo – PA

Após reunir todos os documentos o segurado pode solicitar uma perícia médica através do site ou aplicativo MEU INSS ou no canal de atendimento da Previdência Social através do número 135.

  • Fazer login no Meu INSS;
  • Clicar na opção “Agendamentos/Solicitações”;
  • Clicar em “Novo Requerimento”;
  • Selecionar o serviço que você quer;
  • Clicar em “Atualizar”;
  • Conferir ou altere seus dados de contato e depois clique em “Avançar”;
  • Informar os dados necessários para concluir o seu pedido.

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Comentários estão fechados.