A Turner fez um acordo com os 8 clubes que tem contrato no Campeonato Brasileiro, até 2024, decidindo não transmitir mais os jogos a partir de 2022. Segundo o Portal UOL, para esse acordo vigorar, foi preciso superar alguns impasses.

Athletico Paranaense, Bahia, Ceará, Coritiba, Fortaleza, Palmeiras e Santos viviam uma insatisfação e uma relação ruim com a emissora americana. Pendências financeiras, como o pagamento de luvas, e a incerteza do futuro do contrato eram os principais motivos de uma relação estremecida.

Há quem diga, que a Turner já queria encerrar o contrato, no final deste ano, mas, como os clubes fizeram um pedido, por temer uma desvalorização e falta de planejamento para analisar algumas propostas do mercado, executivos do canal decidiram permanecer na competição por mais um ano.

O acordo foi uma mão de duas vias, o canal abriu mão de processar os clubes, que também abriram mão da multa rescisória de contrato com a emissora.

Embora, com o fim do acordo com a Turner, os clubes em questão, decidiram negociar juntos, os direitos e permanecerem unidos para ter maiores lucros. Sendo assim, eles receberão cerca de R$ 104 milhões que serão divididos entre todos assim que o acordo colocado em prática.

Os jogos dos 8 clubes no Campeonato Brasileiro, eram transmitidos exclusivamente pelos canais pagos TNT e Space (que pertencem ao Grupo Turner).