Vale-Gás: quem vai ter direito e como se inscrever

O gás de cozinha vem pesando no bolso do trabalhador, se tornando um produto muito caro

O Vale-Gás será destinado para as famílias de baixa renda do estado de São Paulo. O programa tem a gestão da Secretaria de Desenvolvimento Social, que faz a transferência de renda para a compra de gás de cozinha (GLP 13kg) às famílias que estão em situação de vulnerabilidade e favelas.

O governo do estado investiu R$ 30 milhões para colocar em prática o benefício do Vale-Gás. O pagamento será feito em três parcelas de R$ 100 bimestrais, totalizando um valor de R$ 300.

A intenção é beneficiar 100 mil famílias que estão na pobreza e extrema pobreza, com renda mensal per capita de até R$ 178,00. Só participarão as famílias que estiverem inscritas no Cadastro Único e não receba Bolsa Família. Somente poderão receber o benefício os residentes em comunidades e favelas de diversos municípios paulistas.

O preço do gás de cozinha

O gás de cozinha vem pesando no bolso do trabalhador, se tornando um produto muito caro. Muitas famílias por do alto custo, estão apelando para o fogão à lenha. O gás é o responsável pela alta da inflação prejudicando as famílias mais pobres. Entre as capitais brasileiras, a média de preço do botijão está variando entre R$ 85,00 e R$ 116,00.14. Não existe a esperança do produto baixar de preço.

Veja se você tem direito ao Vale-Gás

Para saber se você está elegível para ter acesso ao benefício, basta acessar o site do programa (www.valegas.sp.gov.br). Informando o Número de Identificação Social (NIS), após você informar, aparecerá na tela uma mensagem dizendo se você pode ou não receber o Vale-Gás.

Veja outros programas oferecidos pelo Governo de São Paulo

Renda Cidadã: Trata-se de um programa de transferência de renda que vai atender as famílias que estão em situação de vulnerabilidade por ter perdido o emprego ou subemprego, considerando fatores como a ausência de qualificação profissional, o analfabetismo, a situação precária de saúde, a inexistência de moradia ou sua precariedade, a dependência química, entre outros problemas.

Atualmente estão sendo atendidas pelo Renda Cidadã 53.944 beneficiários, que recebem R$ 100 mensais. Para ter direito ao benefício, o interessado deverá se dirigir ao CRAS para verificação dos critérios e cadastramento no Cadastro Único (CadÚnico).

Via Rápida: oferece capacitação profissional gratuita para pessoas a partir de 16 anos de idade que buscam ingressar no mercado de trabalho ou abrir o próprio negócio. Vão poder participar os residentes em São Paulo, que sejam alfabetizadas, estejam desempregadas, com escolaridade mínima ou condição especial fixadas para cada curso.

Os estudantes matriculados terão direito ao bosla-auxílio que irá ajudar nas despesas durante o curso. As inscrições podem ser feitas no site http://www.viarapida.sp.gov.br/home.

Comentários estão fechados.