Varíola de Macaco terá casos no Brasil em breve: o que você precisa saber sobre a doença

0

O que você vai ler neste texto:

  1. Como a varíola do macaco é transmitida?
  2. Quais são os sintomas da varíola do macaco?
  3. Como a varíola do macaco se compara à varíola?
  4. Existe uma vacina para a varíola do macaco?
  5. O que devo fazer se achar que fui exposto à varíola do macaco?
  6. Há alguma complicação associada à varíola do macaco?
  7. Onde ocorreu o surto de Varíola de Macaco em 2017/2018
variola de macacos
Varíola de Macacos no Brasil

A varíola do macaco é uma infecção viral rara que é semelhante à varíola. É transmitida de animais para humanos e também pode ser transmitida por meio do contato humano para humano.

O vírus geralmente causa uma doença leve, mas às vezes pode ser grave. Não há tratamento específico para a varíola do macaco, mas pode ser prevenida com a vacinação.

A varíola do macaco é uma infecção viral rara que é semelhante à varíola humana. No entanto, não é tão mortal quanto a varíola e a maioria dos pacientes se recupera em poucas semanas.

Os sintomas da varíola do macaco incluem febre, calafrios, dor de cabeça, dores musculares, dor nas costas e gânglios linfáticos inchados. Uma erupção cutânea geralmente aparece 3 á 5 dias após o início dos sintomas e pode se espalhar do rosto para o tronco e extremidades.

O vírus da varíola do macaco é transmitido pelo contato com a pele ou fluidos corporais de um animal infectado, como um macaco ou rato. Também pode ser espalhado pelo contato com roupas de cama ou roupas contaminadas.

Na África, onde o vírus é comum, às vezes se espalha de pessoa para pessoa. Houve surtos esporádicos de varíola de macaco em outras partes do mundo, incluindo Europa e América do Norte.

O vírus da varíola do macaco é semelhante ao vírus da varíola e causa febre e erupção cutânea. No entanto, a varíola é geralmente menos grave que a varíola.

Não existe uma vacina específica para a varíola do macaco, mas a vacina contra a varíola pode fornecer alguma proteção.

A varíola do macaco é uma doença intimamente relacionada à varíola. Ambas as doenças são causadas por vírus da família Orthopoxvirus.

A varíola do macaco é normalmente menos grave do que a varíola, com uma taxa de letalidade menor. Por não haver vacina disponível para a varíola do macaco ela pode ser mortal em alguns casos.

A melhor maneira de se proteger da varíola dos macacos é evitar o contato com animais selvagens e praticar uma boa higiene. Se você acha que foi exposto ao vírus, procure ajuda médica imediatamente.

Se você acha que foi exposto à varíola do macaco, é importante procurar atendimento médico imediatamente.

Os sintomas da varíola do macaco podem ser leves ou graves e podem incluir febre, dor de cabeça, dores musculares, erupção cutânea e inchaço dos gânglios linfáticos. Em alguns casos, a varíola do macaco pode ser fatal.

Não há tratamento específico para a varíola do macaco, mas o diagnóstico precoce e os cuidados de suporte podem melhorar as chances de uma recuperação completa.

A varíola do macaco pode ser mortal em alguns casos, particularmente para crianças pequenas e pessoas com sistema imunológico enfraquecido.

Não há tratamento específico para a varíola do macaco, mas as pessoas infectadas podem receber cuidados de suporte para ajudar a aliviar os sintomas e prevenir complicações.

Na América do Sul, a primeira suspeita foi registrada no domingo (23/5) na Argentina. Segundo o Ministério da Saúde local, o paciente é um morador da província de Buenos Aires, que se encontra em um bom estado, está em isolamento e recebendo tratamento para os sintomas.

Varíola dos macacos pode chegar ao Brasil em pouco tempo.

O Brasil não tem registro da doença ainda, mas o vírus foi identificado em um brasileiro de 26 anos na Alemanha, vindo de Portugal, após passar pela Espanha.

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), a varíola do macaco é uma doença rara que ocorre principalmente em partes remotas da África Central e Ocidental, perto de onde vivem macacos ou outros animais selvagens. O vírus que causa a varíola do macaco é semelhante ao que causa a varíola, mas a varíola é muito menos mortal.

Em setembro de 2018, um surto de varíola de macaco foi relatado na República Democrática do Congo (RDC). O surto começou em uma área rural e rapidamente se espalhou para áreas urbanas. Em janeiro de 2019, houve mais de 500 casos e 100 mortes relatadas.

A varíola do macaco é transmitida aos humanos a partir de animais infectados, geralmente através do contato com o sangue ou fluidos corporais.

Também pode ser transmitido de pessoa para pessoa por meio do contato direto com materiais contaminados, como roupas de cama ou roupas. O período de incubação (o tempo desde a exposição aos sintomas) para a varíola do macaco é geralmente de 7 a 14 dias, mas pode variar de 5 a 21 dias.

Fonte: Redação Jornal Contábil

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.