Veja o passo a passo para consultar o pagamento do DAS Simples Nacional

0

É essencial que toda empresa enquadrada no regime do Simples Nacional, saiba se o Documento de Arrecadação do Simples (DAS) realmente foi pago e efetivamente compensado, garantia que a empresa fique em dia junto ao Governo Federal. 

Lembrando que a emissão e pagamento mensal do DAS é uma tarefa obrigatória desse regime, responsável por unificar em um só documento, oito tributos devidos pelas Microempresas (ME), Microempreendedores Individuais (MEI) e Empresas de Pequeno Porte (EPP), como:

  • Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ);
  • Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL);
  • Contribuição para o Programa de Integração e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PIS/Pasep);
  • Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins);
  • Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI);
  • Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS);
  • Imposto Sobre Serviços (ISS).

Uma das vantagens do Simples Nacional é justamente a possibilidade de recolher os impostos de maneira simplificada em uma única guia, ao invés de ter que apurar cada um deles separadamente. 

Além do mais, as alíquotas são competitivas e elaboradas de acordo com a realidade do micro e pequeno empreendedor, no intuito estimular o empreendedorismo no Brasil. 

Visando facilitar ainda mais a rotina do empreendedor brasileiro, o Governo disponibilizou um sistema inteiramente online, o portal do Simples Nacional, onde é possível consultar se o DAS Simples Nacional foi pago, tarefa que pode ser realizada em poucos passos.

1 – Acessar o PGDAS-D

O primeiro passo para consultar o DAS Simples Nacional é acessar o portal oficial do regime e selecionar a opção “PGDAS-D e DEFIS”.

O Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional – Declaratório (PGDAS-D), é o mesmo utilizado para emitir as guias mensais do DAS e transmitir a Declaração de Informações Socioeconômicas e Fiscais (DEFIS) anualmente. 

Todas as informações fornecidas pelo sistema a caráter declaratório são transmitidas automaticamente pela Secretaria da Receita Federal do Brasil. 

2 – Fazer o login com o certificado ou código de acesso

Para que o usuário conseguir acessar o PGDAS-D, ele tem duas alternativas, fazer o login com o certificado digital ou com o código de acesso, podendo utilizar os modelos de e-CNPJ ou e-CPF do responsável pela empresa, bem como, uma procuração eletrônica que atua como uma assinatura digital com validade jurídica. 

Se o empreendedor não tiver um certificado, ele poderá utilizar o número do CNPJ ou CPF para gerar um código de acesso no mesmo link. 

3 – Acessar a guia de débitos

Após logar no sistema do Simples Nacional, o usuário deve selecionar a opção “Débitos” apresentada no menu principal e, na sequência, selecionar a alternativa “Consultar/Gerar DAS” para conferir a lista completa dos débitos junto à Receita Federal. 

Vale ressaltar que, caso o empreendedor possua dívidas pendentes, ele será comunicado mediante um aviso de “Devedor” que aparecerá em vermelho ao lado do menu.

Além do mais, essa seção também possibilita a impressão dos respectivos DAS para que os valores devidos sejam pagos e a situação da empresa seja regularizada.

piramide

4 – Use o e-CAC como alternativa

Uma outra opção para consultar se o DAS Simples Nacional foi pago, é através do Centro Virtual de Atendimento (e-CAC) da Receita. 

Para isso, basta acessar o portal, fazer o login com o código de acesso e senha, ou certificado digital, e selecionar a alternativa “Pagamentos e Parcelamentos”. 

Em seguida, clique na opção “Consulta Comprovante de Pagamento – DARF, DAS, DAE e DJE”. 

Por fim, é só escolher o DAS e acessar a lista que contém todas as guias pagas, períodos de apuração, data de arrecadação, data de vencimento e valor total a ser quitado pela empresa. 

Vale mencionar que essa lista pode ser impressa e utilizada como Comprovante de Arrecadação.

Regularização dos débitos em aberto com o DAS Simples Nacional 

Após saber o passo a passo para fazer a consulta de pagamento do DAS Simples Nacional, é essencial que o empreendedor compreenda como proceder em caso de débitos em aberto. 

O contribuinte perceberá que o processo é bastante simples, pois, após seguir os mais passos apresentados anteriormente e, verificar o débito pendendo no PGDAS-D, ele deve escolher a opção que dispõe sobre a emissão de um DAS cobrando toda a quantia devida. 

No caso de pagamento de débitos existentes antes de 2018, será preciso gerar um DAS para cada período de apuração, obrigatoriamente.

No caso de débitos a partir do ano mencionado, será possível selecionar quantos períodos desejar, já que será gerado um único DAS para todos os valores. 

É importante ressaltar que, se necessário, existe a possibilidade de parcelar a dívida do DAS em até 60 meses, desde que a quantia mínima de cada parcela seja de R$ 300,00.

Consulta de pagamento do DAS Simples Nacional pelo MEI

O Microempreendedor Individual (MEI) que desejar consultar se o pagamento do DAS foi compensado, deve seguir um processo bastante similar ao exposto acima, a única diferença é que, neste caso, será preciso acessar o Programa Gerador do DAS do Microempreendedor Individual (PGMEI) com o CNPJ. 

Em seguida, basta selecionar a opção “Consulta Extrato/Pendências” para conferir quais guias já foram pagas, que aparecem como liquidadas, quais estão por vencer e aquelas pendentes apresentadas como “Devedor”. 

Para dar seguimento à regularização dos débitos, basta selecionar as guias pendentes e clicar em “Apurar/Gerar DAS”, onde irá aparecer um documento PDF com todos os débitos em atraso, bem como, os respectivos códigos de barras para pagamento, já com a atualização da multa e juros incidentes.

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Por Laura Alvarenga