Velocidade média de internet no país: Centro-oeste é destaque nacional, e região Norte tem o pior resultado

Com a ampliação das atividades remotas em decorrência da pandemia, muitos brasileiros vêm relatando insatisfação com a qualidade da internet.

Com a ampliação das atividades remotas em decorrência da pandemia, muitos brasileiros vêm relatando insatisfação com a qualidade da internet banda larga ao longo dos últimos meses.

Mas, afinal, qual foi de fato a velocidade média das conexões nacionais durante o primeiro semestre de 2021? Um estudo inédito produzido pela plataforma Melhor Plano, em parceria com o medidor de desempenho de internet Minha Conexão, acaba de revelar a resposta: 55,18 megabits por segundo.

Para chegar ao resultado, as empresas analisaram os mais de 15,3 milhões de testes realizados por usuários no inferidor de velocidade — que leva em conta aspectos como ping (latência), velocidade de download e upload — entre janeiro e junho deste ano.

Além da média geral, foram calculadas as qualidades de internet em cada região e estado do Brasil.

Velocidade média das regiões nacionais

Um ponto interessante destacado pelo estudo é o fato de que, quando colocadas em comparação, não há diferenças tão expressivas entre as velocidades médias de internet das cinco regiões brasileiras.

Isso porque, no geral, os resultados mostram que todas elas permaneceram na faixa de 50 e 60 megabits por segundo durante o primeiro semestre do ano. 

De toda forma, os destaques vão para as regiões Centro-oeste (64,48 MB/s) e Sudeste (61,86 MB/s), que obtiveram os números mais altos da lista, enquanto Norte (50,04 MB/s) e Nordeste (50,41 MB/s) ocuparam as últimas posições durante os seis primeiros meses de 2021.

“Com o panorama sobre o desempenho de internet no país, esperamos continuar contribuindo para a formação de consumidores cada vez mais conscientes”, compartilha Pedro Israel, co-fundador do Melhor Plano.

“A ideia é, assim como no Prêmio Melhor Plano, transformar os milhões de registros de velocidade que recebemos em informações transparentes para a população.”

Ranking estadual

Se a diferença semestral pareceu mínima entre as regiões, o mesmo não se pode dizer sobre a relação entre as velocidades médias de internet de cada estado.

Em um ranking elaborado pelas empresas, Piauí (88,40 MB/s), Amapá (70,88 MB/s) e Goiás (69,30 MB/s) os mais bem posicionados da lista, contam com intervalos significativos entre si, além de se distanciarem consideravelmente dos últimos colocados — Sergipe (29,06 MB/s) Alagoas (34,76 MB/s) e Bahia (34,97 MB/s).

Metodologia

O levantamento produzido pelo Melhor Plano teve como base cerca de 15.300.000 testes de velocidade de internet realizados por meio do site Minha Conexão de janeiro a junho de 2021.

Após a coleta inicial, foram eliminados todos os registros internacionais, duplicados e com valores menores que zero, bem como negativos.

A eliminação também se aplicou aos testes feitos por celular, tablet e aqueles em que o aparelho não esteve conectado ao Wi-Fi durante a testagem.

Sobre o Melhor Plano

Fundado em 2015, o Melhor Plano é uma plataforma especializada na comparação imparcial e transparente de planos de telefonia e internet no Brasil. O site, que faz parte do grupo Méliuz (CASH3), ajuda os consumidores a tomarem decisões mais assertivas por meio de comparadores individuais e para famílias de serviços do tipo controle e pós-pago. Suas ferramentas também abrangem planos de internet banda larga, tv por assinatura, fixo, combos e cartões de crédito. Até o momento, estima-se que mais de 30 milhões de pessoas foram impactadas pela marca. 

Comentários estão fechados.