Como realizar um Pix Saque e um Pix Troco

De acordo com o Banco Central as operações registraram mais de 290 mil transações

Não há dúvidas de que o meio de pagamento eletrônico Pix, do Banco Central, é o mais utilizado pelos brasileiros. Além de gratuito, a operação ocorre instantaneamente. Os pagamentos e transferências via Pix já superam os realizados por TED, DOC, cheque e boletos.

No ano passado o Pix ganhou mais duas funções: o Pix Saque e o Pix Troco. Segundo dados do Banco Central, as operações registraram mais de 290 mil transações entre dezembro e o último mês de março — soma que representa 5% das operações totais da modalidade de pagamentos instantâneos no período, na casa dos 5,7 milhões.

As funções Saque e Troco foram criadas para facilitar a retirada de dinheiro em espécie pelo usuário, que não precisa mais necessariamente recorrer a uma agência bancária ou caixas eletrônicos, podendo fazer saques em estabelecimentos comerciais que aderiram às modalidades.

De acordo com o BC, já existem aproximadamente 15.000 pontos no país que oferecem Pix Saque e Pix Troco, entre comércios, agências e caixas eletrônicos. A Associação Brasileira de Fintechs (ABFintechs) e a Pay Ventures desenvolveram o Mapa Pix para unir o usuário aos postos de atendimento mais próximos. 

Ela é atualizada a cada duas horas com base nos horários de funcionamento.Mas você sabe utilizar essas funções? Acompanhe.

Como utilizar o Pix Saque e o Pix Troco?

O Pix Saque permite que usuários saquem dinheiro em espécie de um ponto de venda qualquer, como padarias e supermercados. Vale ressaltar que o estabelecimento precisa ter solicitado ao BC para ser um “agente de saque”.

Para utilizar é preciso que o comerciante gere um QR Code para o cliente efetuar o pagamento. Depois, recebe em espécie o valor transferido.

O Pix Troco é semelhante ao Pix Saque. O cliente ainda usa um QR Code para efetuar uma transferência, só que faz uma compra pagando um valor excedente com Pix e recebe o troco daquele produto em dinheiro.

Vamos a um exemplo prático: ao realizar uma compra de R$ 400, mas faz um Pix de R$ 500 após ler o código. O comerciante então devolve R$ 100 em espécie. Daí vem o nome “Pix Troco”, já que o pagamento com Pix de uma compra é superior ao da mercadoria ou serviço, e o estabelecimento devolve em dinheiro o valor excedido.

Comentários estão fechados.