Como solicitar dispensa de alvará MEI?

0

Conforme aprovado pelo Comitê para Gestão da Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (CGSIM), o Microempreendedor Individual (MEI) fica dispensado de apresentar atos públicos que dispõem sobre a liberação das atividades econômicas correspondentes à categoria desde o dia 1º de setembro de 2020. 

Portanto, a Resolução CGSIM nº 59, de 2020, publicada no dia 12 de agosto, tem o intuito de simplificar e desburocratizar a demanda no ambiente de trabalho. 

Deste modo, as atividades profissionais exercidas pelo microempreendedor individual não são obrigadas a apresentarem um alvará e licença de funcionamento, uma importante conquista proveniente da Lei da Liberdade Econômica. 

É fundamental saber que para obter a dispensa do alvará e licença de funcionamento, o MEI precisa acessar o Portal do Empreendedor, e concordar com o Termo de Ciência e Responsabilidade com Efeito de Dispensa de Alvará de Licença de Funciona. 

O documento estabelece todos os requisitos legais que são exigidos tanto pelo Estado quanto pelo Município nos quais a sede da empresa está instalada, reconhecendo os aspectos sanitários, ambientais, tributários, de segurança pública, uso e ocupação do solo, atividades domiciliares e restrições ao uso de espaços públicos. 

Neste sentido, também se faz necessária a autorização e inspeção e fiscalização no estabelecimento em questão, visando conferir o cumprimento dos requisitos mencionados e declarar sob as penas da lei. 

Além do mais, também será preciso declarar a consciência de que o não atendimento dos requisitos legais exigidos pelo Estado e pela prefeitura, poderão resultar no cancelamento do termo assinado. 

Então, o MEI que deseja solicitar a dispensa do alvará, precisar acessar o Portal do Empreendedor e se direcionar ao campo “Solicitar dispensa de licenciamento”, para em seguida fornecer todos os dados necessários e ao final, aceitar os termos que aparecem na última parte do formulário, para então, concluir o procedimento.

É importante ressaltar que o Certificado da Condição de Microempreendedor Individual (CCMEI), constitui o único documento válido capaz de comprovar a consolidação do MEI, junto à condição de dispensar a aquisição de alvarás e licenças de funcionamento. 

Contudo, é importante se atentar, porque a dispensa de alvarás e licenças de funcionamento não obriga o MEI a cumprir os requisitos implementados pelo poder público em relação ao funcionamento regular da atividade, pois, basta compreender os aspectos sanitários, ambientais, tributários, de segurança pública, uso e ocupação do solo, atividades domiciliares e restrições ao uso de espaços públicos. 

MEI

Principais regras

Observe as principais regras sobre a dispensa do licenciamento. 

1 – Empreendedores formalizados a partir do dia 1º de setembro de 2020, estarão automaticamente dispensados, basta fazer o download do CCMEI e dar início às atividades. 

2 – Empreendedores formalizados antes do dia 1º de setembro de 2020, devem fazer uma alteração cadastral e providenciar a emissão de um novo CCMEI.

Recomendações

  • Procure a prefeitura do município onde a empresa está instalada para tomar conhecimento sobre as regras locais relacionadas à atividade profissional exercida. Também se faz necessária a consulta das informações dispostas na seção “Formalize-se”.
  • Mantenha o cadastro atualizado visando a garantia dos direitos, por isso, não se esqueça de estar em dia com o pagamento da contribuição mensal.

Dica Extra do Jornal Contábil: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. 

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com toda burocracia, risco de inadimplência e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. 

Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Por Laura Alvarenga