Home Office: Dicas de segurança online para sua empresa

0

Diversas empresas perceberam ao longo da última década que o fluxo de trabalho em home office, ou seja, com alguns ou todos os funcionários operando em suas próprias casas através do computador, poderia ser um grande aliado para a diminuição de custos e aumento da produtividade e satisfação profissional.

Com a quarentena causada pelo novo coronavírus, esse fenômeno aumentou drasticamente, colocando diversas empresas sob a pressão de migrar para o home office ou suspender por completo suas atividades. 

O trabalho à distância pode funcionar muito bem, e as histórias de experiências positivas aumentam todos os dias.

Mas ao fazer essa mudança, principalmente de forma acelerada e imprevisível como a quarentena exigiu, requer atenção especial à segurança de nosso trabalho.

Arquivos pessoais de clientes, fluxo de caixa da empresa, planilhas de contatos, operações financeiras, tudo pode ser alvo de hackers ou concorrentes desleais, e quando estamos conectados à internet estamos interligados com perigos oriundos do mundo inteiro.

Tanto para o empregador quanto para o trabalhador, selecionamos as dicas de segurança digital mais importantes para o trabalho em casa.

Atente-se antes de tudo ao fato de que a segurança do computador, embora crucial, deve ser uma prioridade somente se a nossa conexão à internet por si própria já estiver segura.

Apenas colocar uma senha no roteador não é o suficiente para tratar de arquivos profissionais de uma empresa, e nesse caso, é importante descobrir sobre a ferramenta de VPN: o que é, como funciona, e como instalar. 

Protegendo o computador

Ativando o software antivírus

Um programa contra malware ativado e atualizado em sua máquina é o primeiro passo para evitar os tipos mais comuns de ataque aos computadores.

Nos computadores com Windows, a Microsoft já inclui uma poderosa ferramenta antivírus, basta ativar o Windows Defender no aplicativo de configurações do sistema, e depois atualizar o banco de dados através do Windows Update. 

Nos computadores com Linux ou macOS, software de terceiros é a saída para quem busca proteção adicional contra malware, mas nesses sistemas, é mais importante garantir que o computador está com as últimas atualizações instaladas e em dia, pois o modelo de distribuição de segurança é incluído dentro das atualizações gerais. 

Utilize o Firewall

firewall é um mecanismo que, como se fosse um segurança em um estabelecimento comercial, decide o que entra e sai através de sua rede.

Com ele, somente aplicativos autorizados podem enviar ou receber dados através da internet em seu computador.

Isso é importante, pois ele pode impedir que vírus coletem informações como a digitação no teclado e enviem para o hacker remotamente. 

No Windows, basta seguir as orientações da Microsoft para ativar o firewall do Windows Defender.

Já em computadores com macOS ou Linux, o firewall é ativado por padrão, mas possui poucas opções visíveis para o usuário, bastando se certificar de que o recurso está ligado no painel de configurações do sistema. 

Use o teclado virtual em situações sensíveis

Essa dica é importante para ocasiões restritas, mas extremamente sensíveis, como a digitação da senha do email da empresa, ou o login no internet banking de sua conta corporativa.

Nessas situações, é recomendável ativar o teclado virtual do computador para digitar os dados.

O recurso pode ser ativado pesquisando por “Ativar ou desativar o teclado virtual” no menu Iniciar do Windows 10. 

Isso é importante pois diversos keyloggers dentro e fora de websites podem interceptar tudo que está sendo digitado através do teclado físico, mas não são capazes de traduzir o movimento do mouse quando utilizamos o teclado virtual. 

Protegendo seus dados

Ative a criptografia

A criptografia é o nome dado a um conjunto de algoritmos matemáticos que, em sua essência, podem proteger uma informação com uma senha inquebrável.

Diferentemente da senha que usamos para fazer login no computador, que pode ser burlada, arquivos protegidos com uma senha oriunda da criptografia são inacessíveis mesmo que o dispositivo seja roubado, atacado, desmontado ou formatado. 

Nos computadores com Windows, o recurso se chama BitLocker, e pode ser ativado para pastas específicas, no disco rígido por completo, e em unidades externas como um pendrive.

É importante ativar o recurso em qualquer lugar onde dados da empresa são armazenados.

Nos computadores com Mac, a criptografia é ativada com a mesma senha usada para fazer login na conta Apple ao criar uma conta no computador. 

Use serviços de nuvem para compartilhamento

Ao trabalhar em home office, uma tarefa importante é o envio e recebimento de arquivos entre diferentes funcionários, equipes e computadores.

Para fazer esse tipo de sincronização em segurança não podemos depender de protocolos vulneráveis como anexos em email.

A melhor solução são os programas de armazenamento em nuvem, que possuem uma grande variedade de recursos e preços, como o OneDrive, Google Drive, Dropbox, MEGA e iCloud Drive. 

Armazene os documentos do trabalho em uma conta dedicada no serviço de nuvem escolhido, e assim, será possível sincronizar os arquivos e trabalhar em conjunto sem que em momento algum os dados sejam expostos ao mundo exterior. 

Otimize o navegador para a internet

O navegador de internet é a janela entre nosso computador e os sites que precisamos acessar diariamente.

Hoje em dia, os programas estão repletos de extensões, plugins, e capacidades avançadas de mídia e processamento.

Com isso, devemos garantir algumas medidas de segurança para evitar ataques virtuais.

É recomendável a escolha de um navegador atualizado, como o Microsoft Edge, Mozilla Firefox ou Google Chrome, e que as seguintes medidas sejam tomadas:

  • Force a conexão HTTPS: A conexão HTTPS mantém os dados entre o computador e o site sigilosos. Em muitos navegadores, é possível ativar a opção de bloquear sites que usam o protocolo inseguro HTTP.
  • Utilize extensões de segurança, como bloqueadores de anúncios maliciosos, bloqueadores de rastreamento, e desprotetores de links.
  • Ative um mecanismo de proteção de senhas, navegadores como o Chrome e Firefox podem avisar quando uma senha pessoal vazou, possibilitando a mudança. 
  • Remova extensões de terceiros não confiáveis, priorizando somente àquelas de fontes e empresas conhecidas. 
  • Isole a conta pessoal e a conta profissional através do recurso de perfis do navegador.

Conclusão

Agora você sabe como proteger os dados confidenciais de sua empresa em qualquer computador, e pode desfrutar do home office sem dores de cabeça e roubo de dados.

Atente-se sempre à proteção de seus arquivos importantes, especialmente em períodos de grande risco como a pandemia atual.

E se você ainda não possui sua empresa, saiba como criar uma empresa em 2020

Fonte: Contabilizei