EFD-Contribuições: nova versão passa a ser obrigatória a partir de hoje

0

A Receita Federal disponibilizou uma nova versão do programa da EFD Contribuições, que já está disponível para que os contribuintes façam o download.

A versão 5.0.0 é de uso obrigatório e passou a valer nesta quinta-feira, 1º de abril. 

A sua implantação foi necessária diante das correções de erros que foram detectados pelos contribuintes e pela equipe da Receita Federal, além dos ajustes pontuais em regras de validação. Veja quais são os principais ajustes: 

  • Regras de validação relativas às operações de Sociedades em Conta de Participação (SCP); 
  • Inclusão da chave da nota fiscal eletrônica na chave do registro C100; 
  • Ajustes no registro D100 para facilitar a recepção de documentos emitidos na forma do Ajuste Sinief 37/2019 (Regime Especial da Nota Fiscal Fácil – NFF); 
  • Correção de erro quanto à possibilidade de desconto de créditos do bloco M e bloco 1 no caso de contribuição apurada por substituição tributária nas vendas para Zona Franca de Manaus (COD_CONT = 32). 

Mas vale ressaltar que não foram criados novos registros ou campos, além dos atualmente previstos no leiaute 006 (janeiro de 2020). 

Dessa forma, os arquivos dos períodos iguais ou posteriores a abril de 2021 continuarão utilizando a versão de leiaute “006” no campo 02 – COD_VER do registro 0000.

O que é EFD-Contribuições?

Se trata de arquivo digital instituído no Sistema Público de Escrituração Digital (SPED), utilizado pelas pessoas jurídicas para a escrituração da Contribuição para o PIS/Pasep e da Cofins.

A escrituração é feita com base no conjunto de documentos e operações das receitas auferidas, bem como, dos custos, despesas, encargos e aquisições geradores de créditos da não cumulatividade.

Através da Lei nº 12.546/2011, a EFD-Contribuições passou a contemplar também a escrituração digital da Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta, que incide nos setores de comércio, serviços e industrias.

Diante disso, a escrituração é efetuada de forma centralizada, em arquivo único mensal, pelo estabelecimento matriz da pessoa jurídica e o arquivo da EFD-Contribuições deve ser validado, assinado digitalmente e transmitido, via Internet, ao ambiente Sped, conforme determina a Instrução Normativa RFB nº 1.252, de 01 de março de 2012.

Quem deve apresentar? 

I – em relação à Contribuição para o PIS/Pasep e à Cofins, referentes aos fatos geradores ocorridos a partir de 1º de janeiro de 2012, as pessoas jurídicas sujeitas à tributação do Imposto sobre a Renda com base no Lucro Real;

II – em relação à Contribuição para o PIS/Pasep e à Cofins, referentes aos fatos geradores ocorridos a partir de 1º de janeiro de 2013, as demais pessoas jurídicas sujeitas à tributação do Imposto sobre a Renda com base no Lucro Presumido ou Arbitrado;

III – em relação à Contribuição para o PIS/Pasep e à Cofins, referentes aos fatos geradores ocorridos a partir de 1º de janeiro de 2014, as pessoas jurídicas referidas nos §§ 6º, 8º e 9º do art. 3º da Lei nº 9.718, de 27 de novembro de 1998, e na Lei nº 7.102, de 20 de junho de 1983;

IV – em relação à Contribuição Previdenciária sobre a Receita, referente aos fatos geradores ocorridos a partir de 1º de março de 2012, as pessoas jurídicas que desenvolvam as atividades relacionadas nos arts. 7º e 8º da Medida Provisória nº 540;

V – em relação à Contribuição Previdenciária sobre a Receita, referente aos fatos geradores ocorridos a partir de 1º de abril de 2012, as pessoas jurídicas que desenvolvam as atividades relacionadas na Lei 12.546 de 2011.

Recomendações

A orientação aos contribuintes, é de que realizem a Cópia de Segurança de todas as escriturações que estão na base de dados, antes de instalar a nova versão do sistema.

Mas caso deseje instalar a nova versão em uma pasta distinta, as escriturações já registradas não serão acessíveis diretamente pela nova versão do sistema, por isso, será necessário efetuar o acesso através da pasta de instalação antiga.

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Por Samara Arruda