eSocial: Após reajuste de alíquotas, folha de janeiro já pode ser enviada

0

Os empregadores já podem transmitir a folha de pagamento do mês de janeiro de 2021 ao eSocial (Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais Previdenciárias e Trabalhistas).

O sistema havia sido bloqueado no início deste mês, para que fossem realizados os devidos reajustes que são relacionados às alíquotas previdenciárias e o limite de salários de contribuição ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). 

Além disso, foram registradas as devidas atualizações para os benefícios pagos e os demais valores constantes do Regulamento da Previdência Social (RPS), conforme determinação da Portaria SEPRT/ME nº 477 de 12/01/2021.

Desta forma, a portaria atualiza os novos valores das faixas de contribuição dos seguintes segurados: 

  • Empregados;
  • Empregados domésticos;
  • Trabalhador avulso. 

A liberação também foi feita para o módulo doméstico, que também já está recebendo os eventos periódicos e está atualizado com o novo valor do salário-família, cuja cota passou a ser de R$ 51,27.

O recurso é pago aos segurados com remuneração mensal não superior a R$ 1.503,25.

Veja como fica o pagamento de remuneração a partir desse mês: 

Salário-de-contribuição (R$)Alíquota para fins de recolhimento ao INSS
até 1.100,007,5%
de 1.100,01 até 2.203,489%
de 2.203,49 até 3.305,2212%
de 3.305,23 até 6.433,5714%

Benefícios

De acordo com a portaria, não terão valores inferiores a R$1.100,00, os benefícios que são pagos pelo INSS.

Veja como ficam os reajustes: 

Fevereiro de 2020: 5,25%

Março de 2020: 5,07% 

Abril de 2020: 4,88%

Maio de 2020: 5,12%

Junho de 2020: 5,39%

Julho de 2020: 5,07%

Agosto de 2020: 4,61%

Setembro de 2020: 4,23% 

Outubro de 2020: 3,34%

Novembro de 2020: 2,42%

Dezembro de 2020: 1,46%

Eventos de desligamento 

Os empregadores também precisam fazer a retificação dos eventos que ocorreram antes da alteração do fechamento da folha deste mês de janeiro, para que assim os cálculos sejam contemplados pelos valores que constam na Portaria.

O que é eSocial?

O sistema foi criado em 2014, por meio do decreto 8.373/2014, visando unificar todos os dados trabalhistas, tributários e previdenciários das empresas.

Desta forma, foi estabelecida uma plataforma em 2018, o que facilitou o acesso a estas informações.

Por meio da iniciativa, também ficou garantido que fossem cumpridas todas as exigências fiscais cabíveis aos setores. 

Dentre os principais documentos disponíveis na plataforma, estão a Relação Anual de Informações Sociais (RAIS); a Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte (DIRF) e o Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social (SEFIP)  e outros.

Para atender à demanda e às melhorias previstas, o sistema foi simplificado visando desburocratizar  e  novidades estão sendo implantadas pelo Governo Federal. 

Calendário 

É importante lembrar que o calendário de obrigatoriedade foi atualizado:

  • 05/2021 – eventos de folha de pagamento do grupo 3 (optantes pelo Simples Nacional, empregador pessoa física (exceto doméstico), produtor rural PF e entidades sem fins lucrativos)
  • 06/2021 – eventos de Saúde e Segurança do Trabalhador do grupo 1 (grandes empresas)
  • 07/2021 – início do envio de informações pelos órgãos públicos.

Veja o calendário completo do grupo 4 que são os órgãos públicos e organizações internacionais e que precisam apresentar informações em 2021 e 2022: 

  • 1ª Fase: 08/07/2021 – Apenas informações relativas aos órgãos, ou seja, cadastros dos empregadores e tabelas;
  • 2ª Fase: 08/11/2021 – Nesta fase, os entes passam a ser obrigados a enviar informações relativas aos servidores e seus vínculos com os órgãos (eventos não periódicos). Ex: admissões, afastamentos e desligamentos; 
  • 3ª Fase: 08/04/2022 –  Torna-se obrigatório o envio das folhas de pagamento (de todo o mês de abril/2022);
  • 4ª Fase: 11/07/2022 – Na última fase, deverão ser enviados os dados de segurança e saúde no trabalho (SST). 

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Por Samara Arruda com informações do Portal eSocial