Impostos: Regimes tributários e apuração

0

Independente do tamanho da empresa, existem certas obrigações fiscais que devem ser cumpridas.

Afinal, são obrigações exigidas pela legislação brasileira e, para que o processo seja feito da maneira correta, é necessário que se realize a apuração de impostos adequadamente.

Assim sendo, a primeira coisa a ser feita é definir que tipo de atividade a empresa exerce no mercado.

Dessa forma, é possível saber o que será ou não tributado.

Vários fatores estão envolvidos nessa tributação, como serviços, comércio, estado, indústria, entre outros.

Todavia, vale ressaltar que esses impostos são de pagamento obrigatório.

Entenda melhor como funciona a apuração de impostos e a relevância que a realização desse processo tem para sua empresa.

Regime de tributação

Dentre os regimes tributários existentes no Brasil, temos 2 principais: Lucro Presumido e o Simples Nacional.

Optar entre um destes deve ser algo feito após muita análise, uma vez que a escolha irá alterar a forma de apurar e recolher os tributos.

Lucro presumido

É uma opção viável para empreendimentos que faturam até R$ 78 milhões por ano.

No Lucro Presumido, o IRPJ e a CSLL são impostos calculados de forma distinta.

Ou seja, presume-se que uma parcela do faturamento é destinada aos lucros. 

Esses lucros geralmente variam de 1,6% a 32%, dependendo da atividade comercial exercida. 

Assim, sobre o percentual do faturamento, são aplicados o IRPJ e CSLL.

Simples Nacional

Já o Simples Nacional é uma opção exclusiva para microempresas e empresas de pequeno porte.

Esses empreendimentos estão entre os que faturam até cerca de R$ 4,8 milhões por ano.

Então, as alíquotas são reduzidas e todo o recolhimento é unificado em uma guia.

Essa guia é conhecida por DASN (Documento de Arrecadação do Simples Nacional).

Porém, ressalta-se que não existe um regime de tributação melhor que o outro.

O indicado é que se procure os serviços de um bom contador, uma vez que este analisará as características de sua empresa, fazendo cálculos que irão identificar qual seria o método mais vantajoso para o empreendimento.

Quais apurações de impostos geralmente são mais cobradas?

Segue a lista dos recolhimentos de tributos mais realizados:

  • Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL).
  • Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRJP).
  • Programa de Integração Social (PIS).
  • Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (CONFINS).
  • Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).
  • (ICMS) Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços.
  • Imposto sobre Serviços (ISS).

Tecnologia aliada na apuração de impostos

Ademais, faça uso da tecnologia para realizar o cálculo da apuração de impostos de maneira adequada, bem como evitando maiores erros.

Aliás, existem softwares confiáveis que irão te auxiliar não apenas a armazenar as informações, como também enviar suas obrigações fiscais ao governo de forma online.

Busque ajuda de um contador

É igualmente interessante que você procure pela ajuda de profissionais confiáveis para realizar a apuração dos impostos de seu empreendimento.

Certamente, são pessoas que já possuem o costume de lidar com esse tipo de questão e poderão realizar esses cálculos de forma eficiente e com pouca, ou nenhuma, margem de erro.

Então, para facilitar seu processo de busca por uma boa empresa contábil, consulte o CRC (Conselho Regional de Contabilidade).

Por fim, principais erros nas apurações dos impostos que você deve evitar:

  • Ausência de alguma informação.
  • Precificação incorreta.
  • Realização de práticas ilegais para o pagamento de impostos menores.
  • Desinformação acerca de créditos tributários.
  • Cálculo incorreto da alíquota
  • Pouca compreensão da lei.

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.