IR 2021: Dicas de como os investidores podem declarar seus investimentos automaticamente

0

Chegou a hora do leão, então é importante se informar sobre como declarar seus investimentos e aproveitar soluções de fintechs que otimizam o processo.

O período do envio da declaração anual de imposto de renda neste ano foi prorrogado, devido à pandemia, e agora vai até 31 de maio de 2021.

No site da Receita Federal é possível verificar se você é obrigado a entregar a declaração e também baixar o programa para preenchimento.

Quem tem preenchimento obrigatório precisa declarar os investimentos, mesmo que isentos de imposto de renda.

Na ficha “Bens e Direitos”, você deve inserir as suas posições em 31/12/2020. Pode-se também declarar os rendimentos em fichas diferentes, que dependem do tipo de ativo.

Esses dados são informados pela instituição em que você̂ aplica, no “informe de rendimentos”, para replicar na declaração.

A fim de facilitar sua declaração e otimizar seu tempo, a fintech de consolidação de investimentos Fliper lançou uma funcionalidade que permite ao usuário receber todos os seus informes de rendimentos em instituições financeiras de uma só vez, de forma automática e gratuita.

Fonte: aplicativo Fliper

Depois é só preencher a declaração do IR com as informações contidas nos informes:

Parte 1 – Declaração de Bens e Direitos

Para ações, ETFs de ações e fundos imobiliários (FIIs), é indicado informar papel por papel que você̂ tenha em carteira, com o custo de aquisição (quantidade x preço médio de aquisição), e não o valor atual.

Dica: caso sua corretora não disponibilize o preço médio por ação, verifique as notas de corretagem para fazer o cálculo. Pode ser solicitada na corretora também a posição em 31/12/2020.

Para chegar ao preço médio de aquisição, deve-se somar o valor pago por ação, ETF ou cota de FII aos custos de operação (como corretagem e emolumentos). Se você̂ fez mais de uma compra do mesmo ativo com preços diferentes, deverá chegar a uma média ponderada do valor.

No geral, as informações solicitadas para cada papel são localização, CNPJ e discriminação – nome, código de negociação, tipo, quantidade, preço médio, corretora…

Fonte: Programa IRPF2021 da Receita federal

Os dados devem estar presentes no informe de rendimentos disponibilizado pelo banco ou pela corretora em que estão os ativos.

Seguem tabelas com os códigos e fichas respectivas de cada tipo de investimento:

Ficha “Bens e Direitos” – Declarar posição de investimentos em 31/12/2020
InvestimentosCódigos
Ações31 – Ações (inclusive as provenientes de linha telefônica)
Fundos de Curto Prazo (renda fixa, multimercados e cambiais de curto prazo)71 – Fundo de Curto Prazo
Fundos de Longo Prazo (renda fixa, multimercados e cambiais de longo prazo)72 – Fundo de Longo Prazo e Fundo de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC)
Fundos Imobiliários (FIIs)73 – Fundos de Investimento Imobiliário
ETFs de ações e Fundos de Ações74 – Fundo de ações, fundos mútuos de privatização, fundos de investimento de índice de mercado
Poupança41 – Caderneta de poupança
CDBs, RDBs, LCAs, LCIs, CRAs, CRIs, COEs, debêntures45 – Aplicação de renda fixa (CDB, RDB e outros)
Opções, mercados futuros e termo47 – Mercados futuros, de opções e a termo
VGBL (Previdência Privada)97 – VGBL – Vida gerador de Benefício Livre
Ficha “Pagamentos Efetuados” – Declarar contribuições em PGBL
*PGBL (Previdência Privada)36 – Previdência Complementar

Parte 2 – Declaração dos rendimentos

Declaração dos rendimentos recebidos provenientes dos investimentos
InvestimentosFichasCódigos – Tipo de Rendimento
Poupança, LCA, LCI, CRA, CRI e debênture incentivadaRendimentos Isentos e Não Tributáveis12 – Rendimentos de cadernetas de poupança, letras hipotecárias, letras de crédito do agronegócio e imobiliário (LCAs e LCIs) e certificados de recebíveis do agronegócio e imobiliários (CRAs e CRIs)
Títulos do Tesouro Direto, Fundos de Investimento, CDB, RDB, COE, LC e debêntureRendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva6 – Rendimentos de aplicações financeiras
Previdência Privada – Planos com regime tributário progressivo compensávelRendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Jurídica 
Previdência Privada – Planos com regime tributário regressivo definitivoRendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva 
Ações – Ganho de capital quando não ultrapassado o valor de R$ 20 mil em vendas no mêsRendimentos isentos e não tributáveis20 – Ganhos líquidos em operações no mercado à vista de açõesnegociadas em bolsas de valores nas alienações realizadasaté R$ 20.000,00 em cada mês, para o conjunto de ações
Ações – Ganho de capital quando ultrapassado o valor de R$ 20 mil em vendas no mêsRenda Variável – Operações Comuns / Day-Trade 
Ações – DividendosRendimentos isentos e não tributáveis09 – Lucros e dividendos recebidos
Ações – Juros sobre Capital Próprio (JCP)Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva10 – Juros sobre Capital Próprio
ETFs de ações – Ganho de capital originados em vendas das cotasRenda Variável – Operações Comuns / Day-TradeRenda Variável – Operações Comuns / Day-Trade
Fundos Imobiliários (FIIs) – Ganhos de capital originados em vendas das cotasRenda Variável –Operações Fundos Invest. Imob.97 – VGBL – Vida Gerador de Benefício Livre
Fundos Imobiliários (FIIs) – RendimentosRendimentos isentos e não tributáveis09 – Lucros e dividendos recebidos

Parte 3 – Declaração de operações

Caso tenha feito alienações de valores mobiliários em 2020, na aba “Renda Variável” você pode declarar os ganhos mensais ou prejuízos acumulados.

Este é um breve resumo de cunho informativo. Lembre-se de que pode haver mudanças e prevalecem as regras estabelecidas pela Receita Federal do Brasil. Portanto, sugerimos sempre consultar um contador.

Dica Extra do Jornal Contábil : Aprenda a fazer Declaração de Imposto de Renda. Aprenda tudo de IR em apenas um final de semana

Conheça nosso treinamento rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber sobre IR. No curso você encontra:

Conteúdo detalhado, organizado e sem complexidade, videoaulas simples e didáticas,passo a passo de cada procedimento na prática. 

Tudo à sua disposição, quando e onde precisar. Não perca tempo, clique aqui e aprenda a fazer a declaração do Imposto de Renda.

Sobre a Fliper

Lançada em 2018, a Fliper é uma plataforma que consolida investimentos de bancos e corretoras de forma automática. Pode ser acessada pelo aplicativo ou versão web, de forma totalmente gratuita. Entre as suas principais funcionalidades, disponibiliza gráficos de rentabilidade da carteira, evolução do patrimônio, resumo financeiro, notícias dos principais portais financeiros, entre outras. Atualmente, a fintech mapeia mais de R$ 50 bilhões em investimentos e tem mais de 450 mil contas cadastradas. A Fliper faz parte do Grupo XP Inc.