Seguro-desemprego, PIS e BPC vão subir de valor a partir de janeiro

O salário mínimo vai subir a partir de janeiro, passando de R$ 1.100 para R$ 1.212

O seguro-desemprego, o PIS/Pasep e o Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas) vão subir de valor a partir de janeiro de 2022. Isso porque o salário mínimo será reajustado, passando de R$ 1.100 para R$ 1.212. Também os benefícios do INSS terão seus valores alterados com a correção do mínimo em 10,18%.

Abono salarial PIS/Pasep

O abono salarial PIS/Pasep é destinado aos trabalhadores com carteira assinada e serivdores públicos. O benefício será reajustado a partir de 2022, seu valor é baseado no salário mínimo, que segundo anúncio do presidente Jair Bolsonaro (PL), num live nesta quinta-feira (30), passará para o valor de R$ 1,212.

Terá direito ao benefício a pessoa que trabalhou no ano-base por pelo menos 30 dias ou 12 meses com registro em carteira e recebeu, em média, até dois salários mínimos em 2021. Também será necessário estar inscrito no PIS/Pasep no mínimo, cinco anos e seus dados devem estar atualizados pela empresa onde trabalha na Relação Anual de Informações Sociais (Rais). Lembrando que as parcelas vão variar conforme os meses trabalhados.

Benefício de Prestação Continuada

O Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas), pago pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) a idosos e pessoas com deficiência de baixa renda. O BPC também irá reajustar seu valor tendo como base o salário mínimo. Desta forma, a partir do ano que vem, eles passarão a receber o valor de R$ 1.212.

Para ter direito ao BPC/Loas, é preciso ter mais de 65 anos ou uma deficiência que impeça a pessoa de trabalhar, além de renda mensal de até 25% do piso nacional por pessoa da família. Atualmente, essa renda está em R$ 275, com o reajuste, ela passará para R$ 303.

Seguro-desemprego

O seguro-desemprego também se baseia no valor do salário mínimo, que passará de R$ 1.100 para R$ 1.212 a partir de janeiro de 2022. Sendo que ninguém pode receber menos que o piso nacional.

Para você saber qual o valor que receberá ao ter direito ao seguro-desemprego, basta calcular o valor das parcelas, considerando a média dos salários dos últimos três meses anteriores a sua demissão.

Pode acontecer de muitas pessoas receberem um valor acima do salário mínimo. Sendo que existe também limite máximo. Por enquanto, ainda não foi divulgado qual será esse novo teto do seguro-desemprego. O governo deverá divulgar em breve. 

Benefícios do INSS

Toda vez que o salário mínimo é reajustado, os valores dos benefícios do INSS também mudam. Os valores reajustados começam a ser pagos a partir de 25 de janeiro de 2022. 

Comentários estão fechados.