Dados divulgados pelo índice FipeZap, que acompanha a variação do preço médio do aluguel em todo o país, apontam que a 11ª alta consecutiva levou o indicador para um crescimento de 4,27% em 2019.
O índice FipeZap é feito com base na pesquisa de custo médio para alugar um imóvel em 25 cidades brasileiras. O valor acumulado serve de referência para entender como funcionaria o reajuste das locações que vencem no período. Ou seja, contratos com vencimento em outubro teriam o reajuste de 4,27% na renovação.
A análise do preço médio cobrado por imobiliárias por metro quadrado aponta para uma cobrança de R$ 29,75 nas regiões em que a pesquisa é realizada. Ou seja, a locação de residência com 65m² teria um aluguel mensal em torno de R$ 1.933.

Indicador por cidades

A avaliação aponta que São Paulo é hoje a cidade com o metro quadrado para aluguel de residência mais elevado do Brasil. O custo médio é de R$ 39,95, com crescimento de 7,2% em 2019. Barueri (SP) com R$ 35,78 e Santos (SP) com R$ 31,17 aparecem na sequência.

A capital fluminense tem preço médio de R$ 30,54, seguida por Brasília, com média de R$ 30,38 no metro quadrado para locação.

O metro quadrado mais barato foi medido na cidade de São José do Rio Preto, interior de São Paulo, custando R$ 15,31. Outros destaques vão para Pelotas (RS) com R$ 16,19, Ribeirão Preto (SP) com R$ 16,51, Goiânia (GO) com R$ 16,86, São José (SC) com R$ 17,14 e Fortaleza (CE) com R$ 17,66.