Agenda Tributária: confira o que está programado para esta semana

0

Mensalmente, as empresas precisam cumprir uma série de obrigações e compromissos, para permanecerem em dia com os órgãos fiscalizadores. Então, a Receita Federal disponibilizou um calendário em seu site para que os interessados possam acompanhar as datas e fazer entregas de declarações ou pagamento de impostos dentro do prazo. 

Logo no primeiro mês do ano, foram estabelecidos vários compromissos, por isso, reunimos neste artigo as últimas obrigações e que precisam ser realizadas até o final desta semana. Confira abaixo as obrigações acessórias federais, declarações e documentos que deverem ser apresentados pelas empresas: 

Sexta-feira, 29 de janeiro:

  • Parcelamento – Ganho de Capital – Lei nº 13.043/2014, artigo 42: Recolhimento da parcela relativa ao parcelamento da Lei n° 13.043/2014, referente a IRPJ e CSLL apurado no ganho de capital das associações civis sem fins lucrativos, administrados pela RFB/PGFN.
  • Parcelamento – Lei nº 11.941/2009: Recolhimento da parcela relativa ao parcelamento da Lei n° 11.941/2009, referente a tributos e contribuições administrados pela RFB/PGFN.
  • Parcelamento – Lei nº 11.941/2009 (Reabertura): Recolhimento da parcela da reabertura do parcelamento da Lei n° 11.941/2009, referente a tributos e contribuições administrados pela RFB/PGFN.
  • Parcelamento – Lei nº 12.865/2013, artigo 39: Recolhimento da parcela relativa ao parcelamento da Lei n° 12.865/2013, referente a PIS/COFINS – Instituições Financeiras e Cia Seguradoras, administrados pela RFB/PGFN.
  • Parcelamento – Lei nº 12.865/2013, artigo 40: Recolhimento da parcela relativa ao parcelamento da Lei n° 12.865/2013, referente a IRPJ/CSLL sobre lucros, enviados por controlada/coligada localizadas no exterior, administrados pela RFB/PGFN.
  • Parcelamento – Lei nº 12.996/2014, artigo 2°: Recolhimento da parcela da reabertura do parcelamento da Lei n° 11.941/2009 pelo artigo 2° da Lei n° 12.996/2014, referente a tributos e contribuições administrados pela RFB/PGFN.
  • Parcelamento – PAES: Recolhimento da parcela relativa ao parcelamento especial da Lei n° 10.684/2003, referente a tributos e contribuições administrados pela RFB.
  • Parcelamento – PAEX: Recolhimento da parcela relativa ao parcelamento excepcional da MP n° 303/2006, referente a tributos e contribuições administrados pela RFB.
  • Parcelamento – PERT – Programa Especial de Regularização Tributária: Recolhimento da parcela relativa ao Programa Especial de Regularização Tributária (PERT) junto à RFB/PGFN.
  • Parcelamento – PRR – Programa de Regularização Tributária Rural: Recolhimento do parcelamento do Programa de Regularização Tributária Rural (PRR) junto à Secretaria da Receita Federal do Brasil e à Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional.
  • Parcelamento – PRT – Programa de Regularização Tributária: Recolhimento da parcela do parcelamento do Programa de Regularização Tributária (PRT) junto à Secretaria da Receita Federal do Brasil e à Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional.
  • Parcelamento – REFIS: Recolhimento da parcela relativa ao REFIS, pelas pessoas jurídicas optantes pelo programa na forma de parcelamento vinculado à receita bruta e parcelamento alternativo.
  • Parcelamento – SIMEI: Recolhimento da parcela do parcelamento especial de débitos apurados no Regime de Recolhimento Simei devido pelo MEI, optante pelo Simples Nacional, abrangendo até competência de maio/2016, solicitado na RFB.
  • Parcelamento – Simples Nacional (ME, EPP e MEI): Recolhimento da parcela relativa aos débitos apurados no Regime Especial do Simples Nacional (ME e EPP) e pelo Sistema de Recolhimento Simei (MEI).
  • Parcelamento Especial – SIMEI (PERT-SN): Recolhimento da parcela relativa ao Programa Especial de Regularização Tributária das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte optantes pelo Simples Nacional (Pert-SN) Microempreendedor Individual.
  • Parcelamento Especial – Simples Nacional: Recolhimento da parcela do parcelamento especial de débitos apurados no Regime Especial do Simples Nacional abrangendo até competência de maio/2016, solicitado na PGFN e na RFB.
  • Parcelamento Especial – Simples Nacional (PERT-SN): Recolhimento da parcela relativa ao Programa Especial de Regularização Tributária das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte optantes pelo Simples Nacional (Pert-SN).
  • Parcelamento Especial 2007 – Simples Nacional: Recolhimento da parcela relativa a tributos e contribuições administrados pela RFB (Lei Complementar n° 123/2006).
  • REDOM – Programa de Recuperação Previdenciária dos Empregadores Domésticos: Recolhimento da prestação do parcelamento de débitos previdenciários em nome do empregado e do empregador doméstico, com vencimento até 30.04.2013, inclusive débitos inscritos em dívida ativa.
  • SEFIP – 13° Salário: Entrega do arquivo SEFIP referente a competência 13 – Informações a Previdência Social.
  • Simples Nacional / SIMEI – Opção: Opção pelo Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Simples Nacional), inclusive para o SIMEI para o ano-calendário corrente.

Domingo, 31 de janeiro

  • Declaração negativa de operações ao COAF: Apresentação da Comunicação de Não Ocorrência (CNO), declaração negativa de registros contábeis de operações suspeitas ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) pelos profissionais contábeis e pelas as Organizações Contábeis relativa ao ano-calendário anterior.

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Por Samara Arruda