DAS-MEI 2021: Confira os novos valores

0

A partir deste mês de fevereiro, passam a valer os ajustes feitos no Documento de Arrecadação Simplificado (DAS) mediante os novos valores.

Reajuste no salário mínimo

Já está em vigor o novo salário mínimo, que foi reajustado de R$ 1.045,00 para R$ 1.100,00, afetando automática e diretamente o valor da contribuição mensal feita pelas empresas optantes pelo Simples Nacional, e consequentemente, no boleto mensal pago pelo Microempreendedor Individual (MEI).

DAS

O Documento de Arrecadação Simplificado (DAS) se trata de uma guia que reúne todos os impostos federais, estaduais e municipais devidos pelo Microempreendedor Individual (MEI), Microempresas (ME) e Empresas de Pequeno Porte (EPP). 

O pagamento do DAS é responsável por promover direitos previdenciários aos empreendedores, além de mantê-los na legalidade. 

No que se refere ao valor deste documento, é importante saber sobre a possibilidade de variações conforme a atividade exercida, lembrando que o cálculo considera 5% do salário mínimo vigente. 

Vale mencionar que o Brasil possui mais de 11 milhões de MEIs registrados. 

Tabela DAS 2021

Atividade MEI INSS ICMS/ISS Valor mensal do DAS

Comércio e Indústria – ICMS R$ 55,00 R$ 1,00 R$ 56

Serviços – ISS R$ 55,00 R$ 5,00 R$ 60

Comércio e Serviços – ICMS e ISS R$ 55,00 R$ 6,00 R$ 61

DAS-SIMEI

É importante mencionar que, além do DAS, o Microempreendedor Individual também deve arcar com o pagamento da Declaração Anual de Faturamento do Simples Nacional (DASN-SIMEI). 

Ela é responsável por apresentar os rendimentos obtidos no decorrer do ano-calendário, ressaltando que a DASN-SIMEI referente ao período entre janeiro a setembro de 2020, deve ser entregue até o dia 31 de maio de 2021.

Se por alguma razão o pagamento não for efetuado, o MEI poderá sofrer com a incidência de juros, bem como pendências na Previdência Social e na inscrição da Dívida Ativa da União. 

SIMEI

O SIMEI consiste no sistema utilizado para recolhimento dos valores fixos mensais provenientes dos tributos devidos pelo MEI.

O valor equivale a 5% do salário mínimo vigente à Previdência Social, além de R$ 5,00 ao Imposto Sobre Serviços (ISS) e R$ 1,00 ao Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), se o empreendedor for um contribuinte dos respectivos impostos, os quais devem ser pagos por meio do DAS

Enquadramento no SIMEI 

Para se enquadrar no SIMEI, o MEI deve realizar um cadastro através do Portal do Simples Nacional, na seção de solicitação de enquadramento no SIMEI, logo no mês de janeiro. 

Dica Extra do Jornal Contábil: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. 

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com toda burocracia, risco de inadimplência e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Por Laura Alvarenga