13°C 28°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Como uma Rede de Supermercados com base no Distrito Federal conseguiu sonegar mais de R$ 500 milhões?

Supermercados com Dívidas Milionárias na Receita: Entenda o Caso e seus Impactos

25/03/2024 às 17h06 Atualizada em 25/03/2024 às 18h02
Por: Ricardo de Freitas Fonte: Redação
Compartilhe:
Como uma Rede de Supermercados com base no Distrito Federal conseguiu sonegar mais de R$ 500 milhões
Como uma Rede de Supermercados com base no Distrito Federal conseguiu sonegar mais de R$ 500 milhões

Uma investigação recente da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) revelou um esquema de sonegação fiscal envolvendo redes de supermercados. As empresas acumulam uma dívida de R$ 500 milhões com a Receita Federal, evidenciando um problema grave que afeta o sistema tributário brasileiro e impacta diretamente a sociedade.

Detalhes do Caso:

  • Operação Romanos: A investigação, batizada de "Romanos 13:7", foi deflagrada em 22 de março de 2024 e cumpriu oito mandados de busca e apreensão em empresas de supermercados.
  • Alvos da Investigação: A investigação foca em duas redes de supermercados do Distrito Federal: Supercei e Super ABC.
  • Dívida com a Receita: As empresas investigadas acumulam uma dívida de R$ 500 milhões com a Receita Federal, referente a sonegação de impostos como ICMS, PIS e Cofins.
  • Esquema de Sonegação: Segundo a PCDF, os supermercados utilizavam empresas de fachada para declarar créditos tributários fraudulentos, reduzindo artificialmente o valor dos impostos a serem pagos.
  • Possíveis Crimes: Os investigados podem responder por crimes como sonegação fiscal, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Impactos do Caso:

  • Prejuízo ao Fisco: A sonegação fiscal priva o Estado de recursos essenciais para o financiamento de políticas públicas como saúde, educação e segurança.
  • Concorrência Desleal: A sonegação coloca em desvantagem empresas que cumprem suas obrigações fiscais, criando um ambiente de concorrência desleal.
  • Impacto na Sociedade: A sonegação fiscal contribui para o aumento da carga tributária para os cidadãos honestos e prejudica o desenvolvimento do país.

Desdobramentos do Caso:

  • Investigação em Curso: A investigação da PCDF está em curso e busca identificar todos os envolvidos no esquema de sonegação fiscal.
  • Possíveis Sanções: Os investigados podem ser multados, ter seus bens confiscados e até serem presos, caso sejam condenados pelos crimes.
  • Reflexão para o Setor Supermercadista: O caso serve como um alerta para o setor supermercadista e reforça a necessidade de um ambiente de negócios ético e transparente.

As equipes cumprem oito mandados de busca e apreensão, em casas e sedes de empresas dos alvos, que são da mesma família e sócios da rede de mercados Supercei. Trata-se dos irmãos Elias e Hélio Felis Palazzo, investigados por sonegar R$ 259.465.604,79 em Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), entre 2006 e 2016, e por lavagem de dinheiro, no valor corrigido de R$ 218.464.000,88.

De maneira recorrente, os investigados cometiam fraudes por meio da declaração de débitos tributários a recolher, mas sem pagar os impostos devidos. O grupo informava ter quitado as dívidas, porém, não repassava os valores aos órgãos competentes. A sonegação levou a um passivo superior a R$ 500 milhões.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
17°
Tempo limpo

Mín. 13° Máx. 28°

16° Sensação
3.6km/h Vento
42% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h43 Nascer do sol
05h54 Pôr do sol
Qui 28° 14°
Sex 29° 15°
Sáb 30° 16°
Dom 31° 17°
Seg 32° 18°
Atualizado às 05h06
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,59 -0,03%
Euro
R$ 6,06 -0,08%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,56%
Bitcoin
R$ 394,123,43 +0,81%
Ibovespa
126,589,84 pts -0.99%
Publicidade
Publicidade